Soft skills: as mais importantes e como desenvolvê-las

Soft skills It’s not what you know but who you know and how you know it.

Softs skills não é o que você sabe mas quem você conhece e como você conhece isso.

Essa é a definição de soft skills segundo uma das maiores revistas de negócios do mundo, a Forbes. Who you know, porque hoje em dia o networking é a forma mais eficiente de encontrar sucesso no trabalho, ou um trabalho de sucesso. Além de ser uma maneira de adquirir conhecimento, ou seja, não é só importante saber, mas sim saber como você sabe o que sabe.

O conhecimento por si só deixou de ser valorizado em demasia pelas empresas, hoje em dia as características melhor reconhecidas em um profissional são as soft skills. Segundo uma pesquisa realizada em 2019 pela plataforma profissional Linkedin, as 3 softs skills mais procuradas são:

  • Persuasão
  • Colaboração
  • Criatividade

Hoje vamos falar como você pode trabalhar cada uma delas e ser o profissional que sempre desejou ser.

Persuasão

Ser uma pessoa persuasiva demonstra três importantes qualidades: que você acredita no que diz, que você tem organização mental para expor as suas ideias e que você conhece bem o público para o qual se dirige.

Mesmo que você tenha bons argumentos e que você acredite nas suas ideias, a chave do sucesso para ser convincente é estabelecer uma narrativa que afete aqueles que estão te ouvindo/lendo. Assim sendo, conhecendo o seu auditório, você poderá se aproximar de suas ideias os guiando em direção àquelas que você veio defender.

Você não precisa retomar técnicas da retórica de Aristóteles ou dos sofistas da Grécia Antiga. Mesmo que essa seja uma soft skill difícil de ser adquirida, existem muitos livros acessíveis sobre esse assunto que podem te ajudar, como: As armas da persuasão: Como influenciar e não se deixar influenciar.

Colaboração

Ser colaborativo vai muito além do ato de ajudar as pessoas. A colaboração está ligada a ideia de trabalho em conjunto. Ser colaborativo não é só ajudar a desenvolver a ideia do grupo do qual você faz parte, também cabe a você perceber quando se faz necessária a presença de outros agentes dentro da sua ação.

Para desenvolver essa soft skill é preciso saber trabalhar em grupo e valorizar as competências daqueles que estão em sua volta, ao mesmo tempo em que você valoriza as suas próprias. Essa é uma inteligência emocional muito apreciada, pois ela permite que você traga muito mais benefícios que um funcionário que não sabe cooperar traria.

Por isso, deixe de lado suas inseguranças em relação ao seu trabalho, cada um possui um papel importante dentro da empresa e saber valorizar as suas contribuições, assim como a dos outros é o que faz o trabalho em grupo interessante e eficiente.

Criatividade

A criatividade é muito valorizada pelas empresas e ocupa o topo das soft kills porque é a habilidade que mais traz ideias e, com isso, benefícios e inovação para a empresa.

Todos os indivíduos são criativos por natureza, contudo, alguns tendem a externalizar suas formas dinâmicas de pensar e outros não. Não se preocupe, existem alguns exercícios práticos que você pode fazer para estimular sua criatividade:

1. Faça algo diferente

Estamos muito acostumados com nossa rotina, e por isso quando decidimos pegar um caminho diferente, comer em um restaurante diferente na hora do almoço ou tirar um tempo para andar no parque no final de semana, o nosso cérebro é obrigado a sair de certos funcionamentos automáticos e fazer novas ligações sinápticas que podem te ajudar a pensar diferente. Então, inove! Saia da rotina e aperfeiçoe essa importante soft skill.

2. Aprenda novas línguas

Aprender novas línguas estimula o seu cérebro a passar de um sistema linguístico para outro e, com isso, a ter uma perspectiva diferente de uma mesma realidade. Os juízos de valor estão implicados em todo signo, ou seja, em toda palavra, por isso saber falar mais de uma língua é transitar, de certa forma, por diferentes perspectivas culturais, linguísticas e sociais. Isso faz com que, no trabalho, você possa aproveitar essa habilidade cognitiva como soft skill para trazer olhares amplos e criativos sobre um mesmo tema.

Além disso, essa também é uma competência valoriza nas hard skills, o que a torna duplamente valorizada.

3. Procure influências

Se rodeie de imagens e textos que possam te inspirar, siga páginas no Instagram ou no Pinterest sobre assuntos que você gosta. Mesmo que essas influências não estejam diretamente ligadas ao seu trabalho, elas vão te estimular a consumir conteúdos interessantes e cheios de conhecimento para você.

Desenvolva hard e soft skills ao mesmo tempo

Aprender uma língua estrangeira traz benefícios não só como competência intelectual valorizada pelas empresas, mas também várias habilidades cognitivas que te ajudam no seu percurso profissional. Aprender uma nova língua pode te deixar mais criativo, colaborativo e até te ajudar a melhor gerir seu tempo! Pensando nisso nós separamos os cursos de idiomas para a sua qualifação profissional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *