A importância do feedback para o sucesso do coaching

2 de agosto de 2018
Por  Alexandrine Brami

O retorno de experiência deve ser uma prática regular e neutra, para que os ponteiros sempre possam ser ajustados a tempo.

O bom coach deve sempre ter em mente que é necessário saber comunicar-se adequadamente com seus colaboradores, pois estes devem se sentir participantes plenos do processo. A melhor técnica para obter sucesso nessa iniciativa é estabelecer um canal de contato baseado no feedback contínuo.

O acompanhamento dos colaboradores deve ser constante e atentivo. Apenas seções organizadas com planejamento podem funcionar perfeitamente, considerando-se a primazia da regularidade e do retorno de experiência.

Preenchidos todos os pré-requisitos básicos, o feedback é o mecanismo que permite reavaliar o andamento do coaching e redirecionar ou adaptar seu ritmo e conteúdo. Dessa forma, as expectativas não se frustrarão e o progresso do treinamento poderá ser avaliado com qualidade.

Neutralidade e distanciamento

A produtividade do feedback depende da objetividade do coach no momento em que proporciona aos colaboradores seu retorno de expert. O coach não pode tomar partido, nem demonstrar irritação ou complacência. Ele precisa se distanciar dos casos dos quais participa e elaborar suas intervenções pautado pela neutralidade. E isso não costuma ser simples quando há relações de hierarquia em jogo.

O feedback é imediato nos casos envolvendo equipes inteiras, já que na reunião em grupo cabe ao coach dar sua avaliação da progressão dos trabalhos. Vale ressaltar que os treinamentos coletivos devem ser comunicados aos demais setores da empresa, pois as mudanças na equipe que participa de um coaching certamente terão reflexo global.

Newsletter

Inscreva-se para receber conteúdos exclusivos.