A matriz de identificação e os tipos de personalidade

2 de agosto de 2018
Por  Alexandrine Brami

O mapeamento dos pontos fortes e das fontes de motivação de cada pessoa revela sua base de personalidade e ajuda a melhorar a comunicação.

 

Os tipos de personalidade das pessoas podem ser mapeados através da matriz de identificação, instrumento utilizado pelo Process Communication Model para ajudar no diagnóstico das personalidades. Cada pessoa ocupa um lugar na matriz, segundo sua base; ou seja, a personalidade mais desenvolvida dentre o total de seis tipos de personalidade que possuímos: persistente, analítico, empático, promotor, espontâneo e imaginativo.

A fonte de motivação, ou orientação, da pessoa é uma das principais características indicando sua base. Quando o indivíduo se estrutura em função das tarefas, é persistente, analítico ou imaginador. Quando o faz em relação aos outros, é empático, espontâneo ou promotor. Se a motivação é externa, pode ser espontâneo, promotor ou imaginador; já se for interna, será empático, analítico ou persistente.

Nos casos em que duas ou três personalidades se encaixam em um mesmo grupo, é possível fazer a distinção a partir de outro elemento-chave: os pontos fortes da pessoa. Por exemplo: o espontâneo é espontâneo, lúdico e criativo; o analítico é responsável, organizado e lógico; o persistente é observador, engajado e consciencioso.

 

O refúgio de cada personalidade

 

Para além da simples identificação da base das pessoas, a matriz é uma ferramenta eficaz para aperfeiçoar os canais de comunicação e as relações interpessoais, grande trunfo do Process Communication. De quebra, é possível apontar qual é o entorno preferido de cada pessoa, seu porto seguro, seu “refúgio”.

O empático está à vontade quando cercado por amigos, colegas e familiares. Já o analítico e o persistente, encontram seu ponto de equilíbrio quando sozinhos ou em contato com uma só pessoa, diferentemente do imaginador, que prefere ficar absolutamente sozinho. Quanto ao espontâneo e ao promotor, estão confortáveis quando inseridos em grupos variados.

O lugar que cada pessoa ocupa na matriz de identificação e o seu refúgio preferido correspondem à sua base de personalidade. Isso se aplica tanto aos bons momentos quanto àqueles de forte estresse.

Newsletter

Inscreva-se para receber conteúdos exclusivos.