IFESP ajuda o executivo “guerreiro” a dar passos mais largos

13 de novembro de 2019
Por  Alexandrine Brami

Com sua expertise no acompanhamento de profissionais de alto escalão, instituto auxilia os executivos mais ousados e ambiciosos a transformarem projetos em realidade e a renovarem suas empresas

 

                  Pessoas com metas ambiciosas e talento ímpar são fontes imensuráveis de motivação para a equipe de coachs do IFESP, e é por isso que elas disfrutam de diferentes programas desenvolvidos pelo instituto com o intuito de catapultar suas carreiras profissionais. Denominado “guerreiro” por causa de seu ímpeto e seu espírito aventureiro, o executivo com esse tipo de perfil precisa, muitas vezes, de um “empurrãozinho” para deslanchar de uma vez por todas, ou requer o direcionamento de um profissional gabaritado no assunto para organizar um plano de ação perfeito. E é aí que entra o IFESP!

                  “Aqui nós passamos energia para os executivos, nós os ajudamos a se projetarem. Para além do coaching necessário, damos aquele gás que é combustível dos verdadeiros empreendedores”, conta Alexandrine Brami, fundadora e diretora de inovação do IFESP. Francesa radicada no Brasil há uma década, a empresária é líder motivacional, coach formada na metodologia do International Coach Federation (ICF) e também em Process Communication Model (PCM).

                  Os programas de acompanhamento de executivos que desejam alçar voos mais altos têm o objetivo de dar energia e rumo para que esses profissionais mantenham o foco nas metas traçadas. “Trata-se de um trabalho de empoderamento, que põe em valor a autoestima do executivo e seu talento. Assim, alinhamos as metas em função dos resultados”, explica a coach.

 

A excelência do “iron man

 

                  Excelência é a palavra-chave do processo de acompanhamento: é à procura dela que as sessões são elaboradas, de acordo com o perfil do executivo. Normalmente, os encontros duram 50 minutos e são conduzidos em linha progressiva, num desenrolar coerente com as metas definidas no início do processo.

“Ao longo das sessões, utilizamos técnicas do discurso e do funcionamento do cérebro, oferecendo todas as ferramentas para que o executivo possa chegar aos resultados através de seus próprios passos”, observa Alexandrine.

                  Um dos programas que a líder francesa aplica nas sessões com altos executivos é o denominado “iron man”, referência à metáfora do competidor de triátlon, que sempre está em busca de superação e não esmorece nunca. O IFESP impulsiona o talento e a garra desse executivo, e faz com que ele saiba identificar corretamente as oportunidades para conquistar novos mares.

Newsletter

Inscreva-se para receber conteúdos exclusivos.