Os grandes generais da História e o segredo da boa gestão

1 de agosto de 2018
Por  Alexandrine Brami

Se o seu objetivo é ser um bom gestor, um gerente de êxito e sucesso, então você não pode negligenciar a forma de gerenciamento utilizada por personagens históricos que souberam conduzir e mobilizar milhares de homens. O que pode haver em comum entre as táticas de Napoleão Bonaparte, por exemplo, e as estratégias que você pode aplicar para otimizar seu trabalho junto aos colaboradores?

O autor Robert Greene elencou em seu livro “33 Estratégias de Guerra” diversas técnicas eficazes levadas a cabo por grandes generais, que também podem ser utilizadas por você no cotidiano de sua empresa! Destacamos aqui uma pequena mudança de atitude que levará você a se tornar uma liderança incontestável em sua equipe, além de obter os melhores resultados.

 

Elevar o moral da equipe

 

 Estratagemas simples estão por trás de êxitos gigantescos. Antes de seu exílio, Napoleão estabeleceu um vasto império entre 1804 e 1814, usando táticas brilhantes para levar tropas numericamente impressionantes à vitória por toda a Europa. O segredo dele se baseava na motivação de seus soldados, mesmo em face de tropas inimigas mais numerosas. Napoleão soube como elevar o moral e estimular a confiança de seus subordinados, fazendo-os entender que os resultados das batalhas dependiam diretamente do espírito coletivo.

Os frutos dessas mudanças são imediatos: ganho de interesse e maior produtividade em todas as atividades desempenhadas por sua equipe. Alexandre, o Grande foi outro grande general que, há séculos, compreendeu a importância de motivar suas tropas para obter êxito. Greene demonstra em seu livro que esse espírito de liderança é eficiente e está ao alcance de qualquer tipo de gestor.

Você também é um líder de tropas! Os mesmos métodos devem ser utilizados por você para manter em alto nível o entusiasmo coletivo e, de quebra, o ânimo de cada colaborador!

Newsletter

Inscreva-se para receber conteúdos exclusivos.