Língua Francesa aparece como requisito em vagas de multinacionais

15 de abril de 2020
Por  IFESP

Houve um tempo em que bastava falar inglês para se ter um diferencial no mercado, mas, hoje, isso já não é mais realidade: com o mundo totalmente globalizado e digital, o domínio do inglês já é patente,  e mesmo o espanhol já começa a ser esperado daqueles que desejam atuar na América Latina e visam cargos de liderança. Assim, o profissional que busca algo a mais no currículo deve ter conhecimentos não tão comuns, mas que tenham ampla aplicabilidade, quando falamos de línguas; neste caso, o francês surge como uma opção excelente.

Esta língua, que já foi por mais de um século a língua universal, é ainda uma necessidade básica para a carreira diplomática e, o que nem todo mundo imagina, é o idioma de mais de 800 empresas que empregam mais de 500.000 de pessoas no país! Estamos falando de grupos enormes como Carrefour, Renault, PSA, Sanofi, Total, BNP Paribas, Deloitte e centenas de outras. Nestas, para cargos de destaque e liderança, sobretudo os que lidam com as matrizes na Suíça, Bélgica, França e Canadá, o francês é indispensável e seu domínio desde cedo pode ser um passaporte para uma carreira mais interessante no Brasil e até no exterior.

Um raio X do mercado francófono no Brasil

Como mencionamos antes, são centenas de empresas que empregam mais de meio milhão de trabalhadores no país – e elas investem bastante aqui. Segundo dados da Câmara de Comércio França-Brasil, o total injetado no Brasil por empresas só da França (sem contar outros países francófonos) chega a quase US$30 bilhões; só na primeira metade de 2019, os investimentos foram próximos de US$9 bilhões.

E os números não param por aí! Segundo a mesma entidade, os valores aplicados aqui mostram que a França é o maior empregador estrangeiro no Brasil, colocando os EUA em segundo lugar neste quesito. O que isso significa? Mais empregos, mais opções de trabalho e mais espaço para quem quer alavancar a carreira. Se você precisa de mais argumentos em favor do francês em sua vida profissional, confira aqui estes outros pontos:

  • Muitas empresas, muitos mercados

Não é só quantidade que conta na hora de escolher uma boa empresa onde trabalhar: a qualidade do negócio é fundamental. Por isso, você vai gostar de saber que as empresas francófonas são referência em diversos segmentos, como cosméticos, financeiro, tecnologia, engenharia, comércio e muito mais. Os nomes vão desde marcas queridas pelo público como Carrefour e L’Oréal até gigantes em seus nichos, como Dassault Systèmes e Alstom. Por isso, opções não faltam para todas as especialidades de profissionais, basta preparar o CV e caprichar no francês para disputar uma vaga interessante.

  • O perfil do profissional

Com tanta variedade de empresas e ramos, não é possível definir um perfil único de profissionais que as empresas buscam, pois isso depende muito da descrição da vaga. Por outro lado, podemos trazer alguns parâmetros sobre o nível de francês almejado, para que você saiba o que esperar.

Para cargos públicos, como diplomatas, a prova pede um nível intermediário, mas a experiência prática mostra que é importante ter um nível já avançado, sendo a fluência o ideal. O mesmo vale para quem lida com marketing e comunicação e precisa fazer reuniões em francês sobre diferentes temas, já que o vocabulário e as construções serão complexos. Para quem está de olho em vagas técnicas ou administrativas, o intermediário já servirá bem, permitindo que você leia, escreva e converse confortavelmente em um ambiente profissional.

  • O que muda para quem fala francês

Na prática, falar francês não é só uma questão de se expressar e fazer reuniões. Quem domina o idioma tem mais opções de argumentação e mais credibilidade, e consegue abordar temas complexos na língua do ouvinte, o que fortalece sua posição. Além disso, o domínio do francês abre portas para carreiras no exterior, permitindo que o profissional atue nos países-sede da organização, o que tende a ser um enorme avanço para o profissional.

Mesmo para quem é empreendedor, esta facilidade cria a possibilidade de conquistar clientes e parceiros em territórios francófonos, já que o francês é o quinto idioma mais falado no mundo. Ou seja: tudo muda para melhor quando você é um profissional que domina esta língua. Por isso, invista em você: aprenda agora mesmo o francês e amplie suas fronteiras profissionais! Bonne chance!

New call-to-action

Newsletter

Inscreva-se para receber conteúdos exclusivos.