Alpha Leadership III: Liderança em Tempos de Crise

28 de maio de 2020
Por  Alice Oliveira

Este artigo é a última parte da nossa série Alpha Leadership, em que contamos como o IFESP vem se preparando e está agindo para atenuar através da língua e da cultura os efeitos que a pandemia do COVID-19 está impactando no mundo. 

A 3ª premissa do livro de Anne Deering, Robert Dilts e Julian Russell, que nos guia em direção à liderança positiva para organizações exponenciais, é a ação.

Sabemos que em momentos de crise não é fácil tomar decisões com a urgência em que elas se fazem necessárias. Por isso, o pensamento racional e estratégico, fundamentado em fatos e dados, tem um grande peso no sucesso dessas organizações. 

O IFESP é formado por uma rede de profissionais com expertise em educação e coaches certificados pela ICF, mas ainda assim, durante uma crise mundial sem precedentes, precisávamos de outros ingredientes…

Resiliência, criatividade e dedicação coletiva foram necessários para que pudéssemos continuar com nosso propósito de promover inovações e iniciativas de impacto na sociedade. 

Inúmeros projetos de inovação já estavam incubados há alguns meses. Quando a pandemia chegou no Brasil, nossa primeira ação foi otimizar e acelerar todos os processos para que pudéssemos servir às demandas urgente da sociedade nos próximos meses: 

  • Aceleramos a digitalização da nova escola de idiomas do IFESP, a Iron English, que será lançada em Junho de 2020 para atender a demanda de profissionais e empresas de todos os tamanhos e setores capacitando-os com excelência e em tempo recorde no idioma mais falado do mundo.
  • Além disso, por empatia ao momento incerto que os brasileiros estão passando — grande parte profissionais autônomos que estão mais suscetíveis à crise econômica; ampliamos o acesso a nossa escola de francês online para a população brasileira, com descontos maiores e benefícios extras, como é o caso do programa Premium de Francês, oferecido com 70% de desconto e acesso ilimitado e sem custo às Aulas ao Vivo de conversação por tempo determinado durante o período de quarentena. 

Assim, profissionais autônomos e os recém desempregados voltarão ao mercado de trabalho mais capacitados linguisticamente e culturalmente, facilitando sua recolocação, abrindo horizontes e novas perspectivas. 

Visão de negócios dinâmica, relações mais solidárias e um serviço para a humanidade baseando em um propósito maior são os valores que nos norteamos ao democratizar o acesso ao idioma francês, que é um diferencial no mercado de trabalho.

  • Por fim, neste período de isolamento, decidimos agir em prol do Brasil em nível social, lançando a campanha Adotando Escolas que contempla com 200 bolsas de língua francesa 100% online os professores da rede pública.  

Acreditamos na valorização do conhecimento para o crescimento e desenvolvimento da sociedade brasileira, e na aproximação de pessoas através da língua e da cultura

Por isso criamos uma ponte entre o Brasil e o mundo através da educação. Esta parceria tem como objetivo agregar ao currículo escolar, criando conexões e favorecendo o dinamismo social. 

“A ideia é promover junto aos professores projetos variados que enriqueçam o repertório cultural dos alunos”, como conta nossa CEO em entrevista para a revista Pequenas Empresas Grandes Negócios.

Continuamos focados em inovações de E-learning para toda rede impactada pelo IFESP, arquitetando um campus virtual onde nosso alunos e ex alunos poderão se encontrar, trocar conhecimento e boas práticas; mantemos engajada nossa comunidade aberta de networking internacional no Linkedin

Além de muitos outros projetos que visam capacitar linguística e culturalmente o país para acelerar o processo de globalização do Brasil. Acreditamos que “em tempos de fechamento de fronteiras, nós precisamos todos de um passaporte para o mundo. Entregaremos este passaporte para que todos possam ‘viajar’, agora virtualmente” como diz Alexandrine Brami, CEO do IFESP. 

 

Newsletter

Inscreva-se para receber conteúdos exclusivos.