RH

O segredo do gerenciamento personalizado

30 de julho de 2018
Por  Alexandrine Brami

A gestão de excelência leva em consideração as diferenças entre os funcionários e se adapta a cada caso para otimizar a produtividade.

Toda empresa possui funcionários com diferentes perfis, seja em função dos tipos diversos de personalidade, seja por outros motivos objetivos, como idade, estado civil, experiências profissionais anteriores, projetos de vida etc. É por isso que o gestor de sucesso sabe identificar quem são seus interlocutores e realizar, a partir dessa informação, um tipo de gestão direcionada para cada caso.

A qualidade do gerenciamento está diretamente atrelada ao bom desempenho dos funcionários e à produtividade global da empresa. Na contramão, a má gestão é um grave risco em qualquer setor, já que pode desestimular os colaboradores e deixar escapar talentos escondidos.

As peculiaridades de cada colaborador

O jovem da geração Y não pode receber o mesmo tipo de gestão, por exemplo, que a funcionária que já é mãe de família. Assim como idosos prestes a se aposentarem ou o funcionário gabaritado não terão o mesmo modelo de gerenciamento que um recém-ingresso no mercado.

Outras tipologias gerais quanto ao perfil dos funcionários podem ser elencadas aqui. Citemos o estagiário, o trabalhador de tempo parcial, o aprendiz, o funcionário que está atualmente no cargo como um “trampolim” para outros projetos, o colaborador que foi recentemente promovido de cargo etc. Para cada um deles o gerente buscará um discurso e uma forma de supervisão.

O mapeamento gera mais motivação

A atenção especial dispensada pelo gerente a cada funcionário deve ser particular e diferenciada. E tais peculiaridades, que devem compor o “mapa de gestão” elaborado pelo gerente, vão além dos elementos óbvios: às vezes eles não saltam aos olhos.

Quanto tempo o colaborador leva no transporte público? Como é a relação entre os colegas no ambiente de trabalho? Tudo isso deve ser levado em consideração para definir uma boa gestão personalizada. É por isso que o bom gestor conhece bem a realidade de seus colaboradores e sabe como catapultar suas habilidades.

O gerenciamento personalizado é um motor potente, é uma alavanca motivacional!

Newsletter

Inscreva-se para receber conteúdos exclusivos.