oque-voce-precisa-saber-sobre-desenvolvimento-de-pessoas

Tudo que Você Precisa Saber Sobre Desenvolvimento de Pessoas

O profissional de RH Estratégico entende que o capital humano é um dos ativos mais valiosos em uma organização, e que o desenvolvimento de pessoas e a retenção de talentos são fatores essenciais para manter suas equipes motivadas e produtivas. Isso é verdade especialmente durante períodos críticos da economia, para que os resultados das equipes vão de encontro com as metas da empresa. 

Ainda que observamos um crescimento em empresas cujo objetivo é gerenciar a política de benefícios para outras organizações, em tempos de incerteza, o budget de benefícios se torna irrisório frente a demissões e salários cortados pela metade devido à crise pandêmica

Porém, justamente por causa das crises que são inevitáveis, mesmo se sua organização está cortando custos nos benefícios dos seus colaboradores, existe um investimento que é essencial permanecer.

Mas antes de chegar neste ponto, precisamos entender o porquê de desenvolver pessoas e manter a retenção de talentos mesmo em períodos de perdas.

Durante os períodos mais desafiadores, vemos o que é essencial ou não. Grandes líderes dizem que os melhores talentos nascem a partir de situações de extremo desafio. 

Por isso, investir no seu capital humano, principalmente em tempos de crise, fortalece a cultura organizacional e conquista não apenas funcionários motivados e produtivos, mas essencialmente promotores da sua marca. Eles estarão com você em todos os momentos. 

As pessoas necessitam sentir-se valorizadas em seu ambiente de trabalho para continuarem performando bem.  Enfatizando uma cultura de benefícios e o T&D (treinamento e desenvolvimento) dos seus colaboradores de maneira alinhada à missão da empresa, existe uma sintonia de valores, e assim o colaborador se sente parte de uma comunidade. O ser humano tem uma necessidade básica de se sentir pertencente a um grupo. Portanto, investir na capacitação do capital humano da empresa é fortalecer a cultura organizacional.

Benefício ou Investimento?

A educação é um dos fatores fundamental para o desenvolvimento social, intelectual e econômico do micro ao macro: começando nas pessoas e impactando o país. Por isso, o T&D dos colaboradores deixa de ser um ‘benefício’, tornando-se um investimento em um dos ativos mais valiosos da empresa. Afinal, investir no crescimento do colaborador refletirá no crescimento da organização. 

Vejamos a seguir os principais motivos para investir em capacitação das suas equipes. 

  • Fortalece a cultura organizacional

Especialmente em multinacionais, a cultura organizacional está intrinsecamente ligada à língua natural da organização. Os valores pessoais de uma pessoa são influenciados pela nação de onde ela vem, assim como influenciam também as empresas onde ali nascem. 

Através de uma comunicação atrelada à língua natal da empresa, pode-se entender com mais agilidade o mindset dos managers à frente da operação, e consequentemente o plano de ação a ser seguido. 

Do C-level aos estagiários, é primordial que todos da organização falem a mesma língua para continuarem caminhando na mesma direção. 

  • Aprendizado em equipe

Práticas que incentivam a participação em conjunto aumentam o engajamento, interação e uma competição saudável que permite a todos crescerem, gerando deliverables cada vez melhores. 

Um exemplo disso são benefícios em comum para toda a equipe, como atividades e treinamentos que promovem o desenvolvimento profissional e motivam os colaboradores a interagirem entre si, aumentando o espírito de equipe.

O ser humano é movido a desafios e competitivo por natureza. À medida que cada um busca se aperfeiçoar, essa rotina insira os colegas, tornando-se uma grande vantagem competitiva frente aos concorrentes.

  • Motiva a um plano de carreira

Talentos que sonham em uma carreira internacional também se sentem mais engajados por entenderem que ao desenvolver-se, podem alcançar patamares ainda maiores dentro da empresa, e conquistar uma posição em outro país. 

Sem uma visão de futuro, o colaborador pode se sentir desmotivado e sem perspectiva. Fatores como um plano de carreira bem definido e os requisitos para chegar lá mostram o quanto ele ainda tem a crescer se continuar na empresa o que precisa fazer para chegar lá. Essa estratpegia norteia a auto-superação. 

  • Melhora a comunicação interna

Para o caso de empresas multinacionais, como mencionado anteriormente, falar a mesma língua da sede não diz respeito apenas a falar idiomas, mas também a entender sua cultura, visão e estilo de vida. 

Aprender a comunicar-se com todos os núcleos internacionais da organização promove o intercâmbio de ideias e boas práticas de mercado dentro da própria rede. 

Além disso, pesquisas indicam que crianças que são expostas a novos idiomas tornam-se mais empáticas. Para os adultos, estes também conseguem se relacionar melhor por conseguir compreender a nível linguístico, histórico e social outras culturas. 

  • Garante mais oportunidades de negócios 

É chocante o quanto grandes empresas hoje em dia ainda perdem eficiência e produtividade devido a falta de capacitação em línguas das suas equipes. Enquanto 1,5 bilhões de pessoas falam inglês no mundo, apenas 5% da população brasileira se diz fluente. 

Além de ser a língua que domina os conteúdos de capacitação principalmente nas áreas de finanças, aeronáutica e aviação, medicina e química; ela é a língua franca no mundo acadêmico e dos negócios. Para fechar qualquer contrato internacional, o inglês vai ser o elo com qualquer nação.

Um outro idioma importante é o francês, que tem o poder de destacar. O Brasil, por exemplo, é o maior parceiro comercial da França na América Latina; onde mais de 500.000 pessoas são contratadas anualmente em multinacionais francesas.

Para essa e mais dicas de RH Estratégico, gestão de pessoas e desenvolvimento de talentos, faça parte da comunidade IFESP e receba notícias exclusivas para nutrir e motivar a alta performance da sua maior força: seus colaboradores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *